Tarefas Diárias

a partir de 2ª feira 

17/02/2014

Colégio São José dos Padres Sion

Tradição e Modernidade

Em julho de 1925, o Pe. Arnaldo Dante escrevia em seu relatório para a congregação de Sion, em Louvain, na Bélgica:

"Situado a sudeste da capital do Estado de São Paulo, o bairro do Ipiranga conta com 12 a 15 mil habitantes, população de operários, de toda raça e língua.
Paróquia nova, tudo ainda está por ser feito...
A obra principal é a nossa escola paroquial, instalada nas vastas de nossa residência, no andar térreo. Está progredindo.
Conta com 248 alunos, que recebem uma instrução essencialmente brasileira e uma formação cristã. Os meninos, 114, vêm na parte da manhã, das 8 horas ao meio-dia; as meninas, 85, vem das 12:30 às 16:30 horas. Além disso temos os rapazes, à noite. Sete professores, cinco senhoras e dois moços, garantem o ensino. As fábricas do Ipiranga ajudam-nos despesas com pequenas alocações..."

O Pe. Dante dedicou grandes esforços para que o Colégio São José evoluísse e, não esteve sozinho nesta empreitada: as irmãs Antonieta e Lúcia de Felice foram colaboradoras marcantes na história do colégio. Antonieta, a primeira diretora do Colégio São José, manteve-se atuante até 1972, contribuindo incansavelmente para que o colégio crescesse e se transformasse no que é hoje.

 

 

Facebook

Blog

Localização